Somos uma equipe de psicólogos clínicos e temos como objetivo lhe proporcionar atendimento psicológico confiável e de qualidade.

 

Aqui você contará com o apoio de profissionais experientes, pós-graduados pela USP e Hospital das Clínicas em um ambiente acolhedor que fará diferença em seu processo terapêutico.

 

Conheça a equipe:

A equipe

Por que procuramos Psicoterapia?

por Daniela Abarca

Será que meu filho(a)
precisa de um(a) psicólogo(a)?

por Gligliana S. LIma

Rua Alameda Jaú, 72, conjunto 103 - Jardim Paulistano, São Paulo

Estamos próximos à estação Brigadeiro, na linha verde do metrô.

Possui alguma dúvida?
Nos envie uma mensagem.

 

 

(11) 98459.3581

 

psicologiajardins@gmail.com

 

 

 

 

Fale conosco:

Submitting Form...

The server encountered an error.

Mensagem enviada.

 No meio de tanta informação, a gente se sente perdida(o). Temos conselhos vindo de familiares, amigos, profissionais, na televisão e internet. Vamos pensar juntas(os)!

 

Está acontecendo algum problema na família? A criança pode estar reagindo a isso. Converse com ele(a), ofereça apoio e segurança. Crianças estão atentas ao mundo a sua volta, e tentam entender o que acontece, com os recursos que dispõem.

 

Seu filho faz exercícios? Tem tempo e lugar para brincar? Crianças sedentárias podem se tornar irritadiças e agitadas. O tempo que ele(a) passa na frente da televisão, conectado(a) a internet ou jogando videogames é também tempo destinado ao lazer e às brincadeiras. A partir do momento que os eletrônicos entram na vida dos pequenos, é importante que ele tenha tempo e incentivo para brincar com e sem eles. Crianças aprendem e se desenvolvem emocionalmente interagindo com adultos e outras crianças. Videogame e tablets não ensinam limites, nem tolerância à frustração.

 

A alimentação é outro ponto importante. Excesso de alimentos industrializados, ricos em açúcares, podem influenciar o humor da criança. Questões como déficit de atenção, aprendizagem, entre outros problemas, podem estar associadas a falta de nutrientes importantes ao desenvolvimento infantil.

 

Como os limites são colocados para seu filho? Sempre que possível, é importante que sejam colocados de forma amorosa e firme. Crianças que não recebem limites claros podem se tornar medrosas, inseguras e desobedientes. Devemos lembrar que cada criança responde diferente à frustração e tem algumas que já parecem vir com um gênio bem forte! Educar pode ser considerado um emprego em tempo integral e você não precisa se culpar pelos momentos em que não aguenta a pressão. Se a criança sente que é amada ela consegue superar esses "ataques" de raiva dos pais. Firmeza com ternura e paciência são fundamentais, e nunca se esqueça: cabe ao adulto a responsabilidade pela última palavra, a criança aceitando ou não.

 

A vida escolar também merece atenção. Ter uma rotina de estudo bem estabelecida, bem como um local fixo e adequado para estudar, tem impactos muito positivos, tanto no desenvolvimento emocional, quando no desempenho escolar das crianças.

 

Você passa tempo de qualidade com seu filho? Conversa, brinca, olha as lições dele? O abraça? Diz que o ama? Em meio a correria cotidiana, ter tempo para conversas, brincadeiras, acompanhamento da vida escolar ou apenas para reforçar o amor que existe entre vocês não é fácil. Pais, mães, tios(as), avós, podemos ter um espaço para poder refletir e encontrar os melhores meios para conseguir cumprir com os papéis que vamos acumulando ao longo do caminho. É possível se beneficiar de um aconselhamento profissional. Pequenas mudanças podem ter resultados muito positivos!

 

 

 

Embora a Psicologia como ciência tenha surgido por volta dos anos 1880, muitos anos antes a filosofia já se ocupava dos questionamentos acerca do funcionamento da mente, algo do qual ainda hoje ocupa a Psicologia, apoiar as pessoas na busca pelo autoconhecimento, compreensão e convívio de si próprios. Mas quando as pessoas devem começar esta busca?

 

As angústias, dores, decepções, conflitos que acontecem com todo ser humano são desafios constantes a nossa capacidade de enfrentar a realidade, aceitar e enxergar as possibilidades de mudança ao nosso redor. É justamente neste processo de reconhecimento e compreensão da realidade que se vive, que a psicoterapia acontece, como um caminho trilhado em parceria a um profissional habilitado na busca pelo autoconhecimento e alívio das dores que, por vezes, limitam nossa capacidade de produzir e conviver em sociedade.

 

Não se pode dizer que exista um momento único ou uma razão que defina qual é a hora de se buscar uma ajuda profissional. Procurar ajuda para lidar com as angústias e sofrimentos é um processo individual, depende na maioria das vezes do quão difícil tem sido realizar suas tarefas diárias, das mais simples as mais complexas.

 

Agende sua entrevista, venha se beneficiar deste processo.

 

Obrigado pela visita!

Copyright © 2017 Clínica Psicológica Jardins

Design by Ana Leinfelder